3 coisas que você pode exagerar no tamanho e uma que não

É na proporção que se encontra o erro número 1 que as pessoas cometem quando o assunto é decoração. Afinal de contas, é preciso um certo treino e experiência para projetar um ambiente todo proporcional, onde as coisas cabem e têm o seu devido lugar. Mas se você não tem essa experiência e não pode contratar um profissional, você pode ter em mente essas 4 dicas que vamos passar para tentar minimizar o erro.

O que você não precisa ter medo de exagerar

Grandes peças, normalmente, vêm com grandes preços, mas estamos buscando proporção. Estamos criando prioridades. Portanto, se você precisa juntar dinheiro para comprar certo, junte dinheiro.

1. Tapetes

Tapetes grandes não são baratos, a gente já sabe disso, mas é preferível você não comprar a adquirir um tapete sub-dimensionado. Vá com as dimensões que você aferiu e não compre menor porque é mais barato.

2. Quadros

Se você gosta de quadros, uma dica que pode te ajudar muito na hora de escolher um tamanho certo é o “0,57”. Como funciona? Veja o comprimento livre de parede que você tem. Entenda-se livre a parede lisa, sem porta no meio, janela ou prateleira, nada disso. Pegue o comprimento dessa parede e multiplique por 0.57, o resultado vai ser o tamanho do comprimento do seu quadro. Um exemplo: você tem uma parede livre de 2,00m. Multiplicando 2 por 0,57, temos 1,14m, que é o espaço que você deve ocupar com um quadrão só ou com um conjunto deles.

3. Pendentes

Quantas vezes já vimos por aí lustres e pendentes pequenos demais para a superfície que estão iluminando? Pois é, as pessoas tendem a comprar luminárias menores com medo da luz ofuscar a vista e esquecem que elas têm a escolha de comprar lâmpadas com potências variadas. Outra opção, ao invés de uma maior, é colocar várias luminárias menores e em sequência.

O que você precisa ter medo de exagerar

A não ser que você prefira uma ambiente com aspecto entulhado, para esta peça, maior nem sempre é sinônimo de melhor.

1. Sofás

 

Deve existir espaço de circulação entre os móveis da sua sala. O resultado decorativo vai ser melhor e prático também, ou seja, uma sala pequena precisa de um sofá pequeno! Não há nada mais feio e desconfortável do que um sofá muito grande para o espaço que se tem. Essas dicas aqui podem te ajudar nessa tarefa da escolha do sofá.

 

Visto em limaonagua.com.br